Central Veredas (MG) tem programa de mentorias e planeja futuro promissor

A Central Veredas, localizada na cidade de Arinos, em Minas Gerais, é uma dessas empresas que inspira qualquer empreendedor.  O projeto, vencedor do Premio Brasil Criativio 2017, na categoria “Artesanato” e participante do programa de mentorias da ProjectHub, trabalha com a geração de renda de aproximadamente 180 artesãs(os) em 9 municipios no Noroeste de Minas Gerais.

central

“O prêmio e a ProjectHub trouxeram um olhar externo para os pontos positivos e pontos negativos do projeto Central Veredas”, conta Monique Barboza, atual coordenadora desta ideia. Para ela o processo de mentorias ajuda na formação de gestores e  lideranças. Na visão dela, por exemplo, já é possível encontrar na Central Veredas  uma postura mais empreendedora, sem perder os elementos sociais, culturais, ambientais e a sustentabilidade que o norteiam.

“Esse processo de mentoria da Project  tem nos permitido também um olhar para dentro. A gente enxerga características e necessidades de mudança e de replanejamento e reposicionamento para própria rede alcançar a sustentabilidade – tanto na sua estrutura organizacional quanto econômica”, exemplifica a empreendedora.

A Centra Veredas  é fruto de esforços de várias lideranças técnicas e tem sua semente plantada no ano de 2002, com uma mobilização feita  em municípios do Vale do Rio Urucuia  para revitalizar a tecelagem da região.

Ela então surge por meio de novos esforços de vários parceiros com o intuito de gerar autonomia para legitimar a rede como a revitalização cultural produtiva alida à produção e geração de renda, fortalecimento dos núcleos garantido lhes acesso ao mercado, qualificação, aplicação de preços justo, divulgação dos produtos artesanais exercendo sua defesa socioeconômica e ambiental combatendo o trabalho escravo e promovendo a igualdade de gênero, otimizando, orientando e organizando toda a logística e comercialização dos produtos produzidos pelos núcleos em cada município que antes trabalhavam isoladamente.

Todos os produtos são produzidos de forma ecologicamente correta, explorando riquezas e recursos naturais e culturais da região do noroeste de Minas Gerais conhecida como Vale do Urucuia Grande Sertão Veredas.

Há um caminho a ser construído e Monique já vislumbra o lugar em que quer ver o seu projeto. “A rede Central Veredas anseia por novos desafios futuros sendo: comercializaçao do grande Estoque parado”, conclui Monique.